5 Passos Para Migrar Seu Blog de Sáude Criado com um Construtor de Site Para um Outro CMS Sem Maiores Problemas

5
(2)

Para o setor de saúde, o marketing online tornou-se rapidamente uma prioridade ainda maior. 

Na maioria dos setores da área em questão, mais de 60% dos consumidores fazem uma pesquisa antes de agendar uma consulta, e a pesquisa é de longe a forma preferida para os pacientes encontrarem provedores de saúde. 

Como tal, você precisa dedicar algum tempo ao desenvolvimento de um site que apresente de maneira eficaz seus serviços médicos e se conecte com os pacientes.

Felizmente, você não precisa ser um programador experiente para ter um site médico envolvente, e isso deve-se graças aos avanços tecnológicos que temos à nossa disposição hoje em dia. 

Existem várias opções de sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) acessíveis e fáceis de usar, criadas especificamente para o seu setor. Basta um pouco de pesquisa e estamos aqui para ajudar!

Entendemos as nuances de um web design médico eficaz e pretendemos torná-lo possível para organizações como a sua, independentemente de seu conhecimento em design e habilidades técnicas. 

Neste artigo, te daremos uma visão geral sobre os seguintes aspectos: 

  • O Que é CMS
  • Como Migrar o Builder do seu site
  • Características Essenciais do Novo CMS
  • Artigos e Links Complementares

O que Exatamente é CMS?

A sigla CMS vem do inglês, e traduzido significa Sistema de gerenciamento de conteúdo. Ele é nada mais nada menos do que um software usado para criar, gerenciar e editar um site, mesmo que você não tenha nenhuma habilidade ou conhecimento técnico especializado.

Com o CMS, você pode desenvolver e projetar um site sem precisar saber programar. Ou seja, nem uma linha de código terá de ser escrita por você, nem por algum programador que você teria de contratar, te poupando dinheiro! 

Em suma, um site CMS é um site que é desenvolvido usando um sistema de gerenciamento de conteúdo.

O CMS não só ajuda a gerenciar o texto ou as imagens que estão sendo exibidos no site, mas também ajuda a rastrear as sessões do usuário, lidar com as consultas de pesquisa, coletar feedback e comentários dos visitantes, hospedar fóruns no site, etc.

Como Migrar o Site Builder de Seu Site

Por mais que possa parecer uma tarefa difícil, fazer a troca do site builder de seu blog de saúde pode ser muito menos complicado do que possa inicialmente parecer. O intuito deste artigo não é fazer a promoção de construtores de site, mas vamos te deixar com um ótimo artigo complementar com os melhores disponíveis para o mercado brasileiro atualmente.

Siga os passos abaixo para uma melhor compreensão:

1. Faça Uma Revisão do Seu Site Atual

O primeiro e mais importante passo é fazer uma auditoria em seu blog de saúde atual. 

Isso inclui listar o que seu CMS atual te dá, e o que você gostaria de ter no novo escolhido. Isso é extremamente importante, pois assim você saberá o que você quer manter do seu site de saúde atual, e o que você gostaria de mudar. 

2. Faça a Escolha do Novo CMS Para o Seu Blog de Saúde

Existe uma boa variedade de opções disponíveis para você reformular o seu blog de saúde. Cada um vai te dar uma característica que o outro não cumprirá tão bem, e vice-versa. 

Não vamos fazer recomendações de CMS, pois, reforçamos, não é o intuito deste post. Mas para não te deixar no escuro, procure opções que te darão estes elementos: 

  • Layouts Personalisáveis
  • Listagem de Carreira
  • Intranet e Páginas Privadas

3. Exporte Os Dados CMS Atuais de Seu Blog de Saúde

O passo técnico, digamos assim, mais importante no processo de migração é a exportação de dados do CMS atual de seu blog de saúde para o novo. 

Por dados atuais queremos dizer todo seu conteúdo web, como suas páginas e posts. 

É possível fazer isso através de um arquivo XML.

Lembrando que este arquivo deve incluir coisas como o título, posts, dados, tags, URL, autor, categorias, imagens, e comentários, entre outros.

4. Alterações DNS Finais

Algumas alterações DNS provavelmente precisarão ser feitas, garantindo assim que o seu visitante encontrará seu site quando o mesmo o procurar online.

5. Revise e Faça Alterações Sempre que Possível

Por fim, e talvez o mais importante passo, é fazer a revisão de todos os passos, assim como a checagem do novo blog de saúde. 

Se faça perguntas como: o blog está atraente? Está gerando mais visitas? Meus clientes estão deixando mais feedback positivo sobre o site? Está do meu agrado? 

Se sim, parabéns, pois você fez um ótimo trabalho! 

Conclusão

Como discutimos acima, existem muitas vantagens do CMS e são muito úteis. CMS diferentes têm recursos diferentes e você pode selecionar o melhor CMS para o seu site de saúde, dependendo de suas necessidades.

Embora existam muitos CMS no mercado, todos eles terão a mesma finalidade: todos eles podem ajudar no gerenciamento, edição e criação do seu site.

Antes de fazer qualquer alteração, é importante que você estude todas as opções disponíveis e selecione a melhor que pode atender às suas necessidades.

Com a ajuda de um CMS, seria incrivelmente fácil gerenciar seu site e também torná-lo mais eficaz.

Mais uma vez reforçamos a importância de você ler e reler o artigo, assim como dar uma passadinha pelos links extras espalhados pelo texto, pois como dissemos acima, os mesmos são complementares à este, contando com listagens das opções disponíveis para CMS no mercado brasileiro, entre outros. 

Esperamos que este artigo tenha dado um norte em sua decisão de fazer a migração CMS de seu site de saúde. Aproveite os cinco passos, e pense bem antes de tomar a decisão! 

Te desejamos boa sorte, e sucesso!

Gostou? Nos ajude avaliando este artigo, por favor.

Clique nas estrelas

Average rating 5 / 5. Vote count: 2

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?

Leave a Comment